O enfermeiro obstetra possui um papel fundamental em orrientar as mães de primeira viagem no que diz respeito a amamentação do recém nascido

Enfermeiro obstetra: como ajudar no aleitamento materno

O enfermeiro obstetra tem um papel muito importante na vida de uma mulher que acabou de dar à luz. Isso porque pode parecer algo instintivo, mas a amamentação não é tão fácil como aparenta.

Diferente dos animais, que já fazem isso naturalmente, as mulheres têm que aprender a realizar tal ato. E o enfermeiro geralmente é a primeira pessoa que a mulher entra em contato depois de parir.

Portanto, esse é o profissional que mais vai estar ativo nesta etapa da vida. No entanto, nem todo mundo sabe o quanto esse profissional é importante e o quanto ele pode ajudar. Se você quer saber mais sobre este assunto, continue lendo.

Qual é o papel do enfermeiro obstetra?

A atenção obstétrica deve ser algo que acolha todos os procedimentos que podem garantir o bem-estar da mãe e do filho e toda essa fase do puerpério.

O estímulo ao aleitamento materno é uma das principais coisas a serem incentivadas. Isso porque a amamentação é um dos assuntos mais importantes que se tem na pauta da OMS.

O principal foco do profissional nesse momento é tentar ajudar a mãe a descobrir como se sente e, dessa forma, ajudá-la a se decidir sobre como agir.

Para que o profissional se destaque, ele depende de sua habilidade e também da sensibilidade para que possa aconselhar o próximo, além dos conhecimentos técnicos.

Como o enfermeiro pode ajudar as mães de primeira viagem?

Para que os profissionais ajudem as mães a fazerem uma amamentação bem-sucedida, uma das estratégias principais é fazer com que a comunicação seja bem explorada.

Sendo assim, se faz necessário a conversa com as mães para que escutem e tentem entender o que se passa sem julgamentos. Portanto, manter contato visual e demonstrar como as coisas devem ser feitas facilita o processo de compreensão.

Alguns fatores importantes que se deve ter como características são:

  • Estabelecer confiança;
  • Se colocar à disposição;
  • Priorizar informações objetivas;
  • Usar linguagem simples;
  • Dar sugestões;
  • Nunca dar ordens;
  • Abrir espaço para reflexão.

A equipe de enfermagem no pós-parto é, depois dos médicos, a mais importante para cuidar da mãe e do recém-nascido.

Isso porque ao humanizar o atendimento, são capazes de estreitar os laços e incentivarem na lactação.

Uma das coisas que não se fala muito é sobre a importância de apoio que esse período pede. Pois como dissemos, o ato de amamentar, ainda que pareça algo instintivo, não é.

Com ele, muitas crenças, mitos, culturas e experiências se envolvem, gerando um tipo de confusão e falha na comunicação ao longo das gerações.

Hoje em dia, graças aos avanços tecnológicos e as facilidades de acessos a essas informações, tem sido muito mais fácil desmistificar algumas coisas.

O conhecimento sobre a relevância que o leite materno possui, atualmente, está muito mais disseminado do que antigamente. E isso também é graças ao papel do profissional e seu apoio nesta etapa.

No que o profissional pode ajudar em cada etapa?

O aconselhamento profissional é algo que é extremamente importante durante todas as etapas da gravidez. Abaixo, separamos alguns pontos em que você pode observar isso melhor.

1. No pré-natal

O papel do funcionário nesta etapa é vital para orientar a mãe sobre o que está por vir. Sendo assim, escutam suas dúvidas e inseguranças e dão amparo na questão de informação.

Além disso, contribuem para o exame físico das mamas para que se possa achar alguma alteração, até mesmo sendo uma oportunidade de poder instruir sobre a função das mamas, onde é a saída do colostro e qual a finalidade do aleitamento.

Nessa fase, também é muito importante que se faça o aconselhamento para evitar as atitudes contrárias à amamentação.

2. No parto

O cuidado do profissional nessa hora garante a humanização do atendimento, o que promove uma maior qualidade de vida e várias vantagens tanto para a mãe quanto para o bebê.

Além de checarem a saúde do recém-nascido, promovem o primeiro contato entre mãe e filho, estimulando o contato visual e físico, muito importante nesse momento.

Todos os cuidados necessários durante o tempo em que a lactante se mantém no hospital são feitos pelo enfermeiro obstetra.

3. No puerpério

Na fase do puerpério as mamas da mãe devem ser examinadas

Nessa fase, o enfermeiro obstetra consegue estimular o contato entre mãe e filho, faz o exame das mamas, trata fissuras, mastites, entre outros fatores.

Além disso, são vitais para checar como anda a amamentação, se os bebês fizeram a pega correta, ensinam a como se deve encaixar o peito na boca da criança e fazem o acompanhamento até onde for necessário.

O que o tratamento humanizado diz a respeito?

O atendimento humanizado é a habilidade que o profissional da área de saúde tem de ouvir, aconselhar, e respeitar as opiniões dos pacientes para que o atendimento tenha qualidade e dignidade.

Quando isso se refere a parto humanizado, o enfermeiro é a principal pessoa que auxilia esse momento entre mãe e filho de modo eficiente.

Com a ajuda deste profissional, a mãe recebe todo tipo de orientação necessária para que possa entrar nesse novo ciclo da melhor forma possível e com todo o cuidado que tiver disponível.

A equipe fornece informações sobre o ato de amamentar, a melhor posição para o bebê, qual a pega correta, a importância do colostro, modos de evitar rachaduras, empedramento, dentre outras coisas.

O profissional também ajuda nos cuidados com a higiene do bebe e tudo que envolve essas práticas. Por isso é muito importante que a gestante procure um hospital que conte com esse tipo de serviço.

Assim, ela poderá se sentir segura de todas as formas na hora de iniciar sua nova fase na vida.

Conclusão

Por fim, vimos então alguns pontos sobre o enfermeiro obstetra e sua importância no quesito de cuidados com a amamentação, ajuda com as mães e tratamento humanizado.

Ainda que as informações ajudem nesse momento, a maneira mais eficaz de poder contar com um serviço eficiente e experiente é com uma equipe apta a ajudar.

Conte aqui se este artigo te ajudar a compreender a importância do enfermeiro e compartilhe este conteúdo.

Gostou? Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin
Share on telegram